20 abril 2018

Vaga de Professores na Digital House



A Digital House (https://br.digitalhouse.com/) é uma startup de educação que recebeu um investimento para iniciar as operações no Brasil.


Seu principal diferencial é entregar o aluno pronto para o mercado de trabalho através de cursos intensivos e práticos.
Nossos professores são profissionais de mercado que recebem um treinamento pedagógico para transmitir esse conhecimento.
Se você tem experiência de mercado e quer treinar as novas gerações de profissionais digitais venha fazer parte do nosso time.

Temos vagas para início imediato como professores e especialistas para os cursos de:
  • Mobile Android
  • Web Full Stack
  • Marketing Digital
  • Ecommerce
  • Data Science
  • Data Analytics
  • UX Design
  • Digital Product Management
  • Digital Talent Program
SE INSCREVA EM:

VAGAS - DIGITAL HOUSE

Curso de finanças e gestão para designers, ilustradores e produtores criativos



Investimento: R$ 380 reais
Toda quarta-feira de Maio: 18:30h as 21:30h
Av. Pres. Antônio Carlos, 54 - 601 e 602 - Centro
Vagas limitadas à 15 pessoas
Para se inscrever: contato@labareda.com.br


SIGA  Adriano Renzi 
Facebook
LinkedIn

11 abril 2018

Gestão de Projetos de Inovação Tecnológica e Eficiência Energética

Gestão de Projetos de Inovação Tecnológica e Eficiência Energética

Pós-Graduação Lato Sensu ou Livre

Inscrições Abertas: Novas turmas 2018

Curso Inovador e Terapêutico, baseado na Ciência Trilógica e na Nova Física de Norberto Keppe

Este Curso de Especialização (na modalidade Lato Sensu ou Livre – aperfeiçoamento) tem como objetivo a apresentação da inovação tecnológica aplicada a produtos com eficiência energética, bem como sua gestão empreendedora na busca de comercialização de produtos no mercado global, ou seja, desde a concepção da inovação até sua finalização e venda.

Com foco no conhecimento tecnológico do estado da arte em eficiência energética e conhecimento dos requisitos mercadológicos, regulamentares, normativos e ambientais, o propósito do curso é repassar conhecimentos das áreas necessárias para a sustentabilidade de empreendimentos que agreguem trabalho na busca de capital, disseminando métodos, ferramentas e técnicas necessárias para o sucesso, tendo a pessoa como protagonista, na busca bem-sucedida do negócio e a sustentabilidade do meio ambiente.

A Quem se Destina

Aberto a todos os interessados, é especialmente desenvolvido para profissionais graduados em engenharia que buscam um aprimoramento profissional e pessoal, por meio do conhecimento das metodologias, ferramentas e técnicas integradas à dinâmica de gestão de projetos de inovação, de pessoas e de empresas.
O que nossos alunos dizem sobre o curso
Inscrições
Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco - Centro de Pós-Graduação II
Av. Rebouças, 3115 – Jd. Paulistano
São Paulo – SP – Brasil
11 3032 4105
contato@keppepacheco.edu.br

09 abril 2018

Curso Stanford Biodesign em SP



O Stanford Byers Center for Biodesign, um dos mais importantes centros de inovação tecnológica em saúde do mundo, se une ao Hospital Israelita Albert Einstein para realizar o curso Stanford Biodesign Einstein (SB@E), de 13 a 19 de maio. Por meio de um currículo intenso de uma semana, os participantes irão interagir com os profissionais do Einstein e experts da Stanford University e do Vale do Silício, em uma inédita imersão, identificando necessidades clínicas e de mercado e iniciando o desenvolvimento de soluções viáveis e atraentes.

Para o SB@E, líderes e mentores das duas instituições selecionarão 20 inovadores de diversas áreas, incluindo medicina, enfermagem, engenharia, ciência da computação, design, entre outras. Os interessados devem ter inglês fluente (verbal e escrito), interesse em empreendedorismo e inovação em saúde e disponibilidade integral durante o curso.
Os selecionados formarão equipes multidisciplinares e receberão mentoria teórica e prática de especialistas e líderes do Einstein e Stanford Biodesign com vasta experiência em desenvolvimento de negócios e produtos, pesquisa clínica, expertise em regulação, propriedade intelectual e economia no setor.

Eles aprenderão como identificar desafios e necessidades clínicas e de mercado. O trabalho final do curso será desenvolver o protótipo de uma solução, como equipamento médico, app ou serviço com potencial de integração com devices e wearables. Além disso, os participantes deverão criar um plano de negócios e “pitch” para investidores e empreendedores do Brasil e do Vale do Silício, que darão seu feedback sobre os projetos.

Stanford Biodesign @ Einstein (SB@E) 

Data: de 13 a 19 de maio de 2018
Carga horária: Integral (dia e noite)
Vagas: 20
Investimento: R$ 3.500,00
Inscrições até 20 de abril aqui

Local: Rua Madre Cabrini, 462 – Vila Mariana – CEP 04020-040 – São Paulo – SP Brasil


Publicado em:  https://eretz.bio/novidades/180226

Professor, educador faça parte dos Clubes TED-Ed no Brasil



Sou grande fã do trabalho local e global feito pelo TED. Agora o TED São Paulo traz uma proposta fantástica relacionada a Educação. 

Se você é educador - professor você pode formar um Clube TED-Ed na sua escola e fazer parte de uma rede local e global de educação.

 Conheça as páginas oficiais dos Clubes TED-Ed. 

Acompanhe as publicações e compartilhe com sua rede, para que a proposta dos Clubes TED-Ed possa chegar a mais pessoas.
Contatos Clubes TED-Ed:


Email: contato@clubesteded.com
Site: www.clubesteded.com
Facebook: facebook.com/clubesteded
Instagram: instagram.com/clubesteded.br/
Twitter: @ClubesTEDEd  twitter.com/clubesteded
Flickr: http://www.flickr.com/photos/clubesteded/


O Formulário de Inscrição para criar um Clube TED-Ed no Brasil está disponível no site dos Clubes TED-Ed www.clubesteded.com

Entenda e conheça a Clube TED-Ed também com
o vídeo dos Clubes TED-Ed de Argentina, que explica bem a proposta e a experiência de alunos e educadores. (https://youtu.be/uV6n9qvgBeQ

Daqui umas semanas, teremos esse e outros vídeos com legendas em português no nosso canal de Youtube.



08 abril 2018

Cursos online gratuitos de Design



Você sabia que a TIM tem o Instituto Tim Tec com cursos online gratuitos de design UX UI e outros cursos nas áreas  de back-end, front-end, webdesign, mobile, apps?

Acesse e se inscreva em:
https://cursos.timtec.com.br/



O site do curso acima foi extraído de Cursou

Cursos online gratuito na plataforma Cursou:

Profissão Designer

Design Gráfico 

Cores e o seu significado

05 abril 2018

Pense como designer, você também é um projeto em andamento, inovação exponencial viva




Através do pensamento em design (Design Thinking), os professores de Stanford Bill Burnett e Dave Evans ensinam técnicas que nos permitem usar ferramentas para projetar e guiar melhor nossas vidas.

Muito pouca atenção é dada aos novos empregos que surgirão. Na verdade, o Departamento de Trabalho dos EUA prevê há alguns anos que cerca de 65% das crianças da escola hoje, serão contratadas em empregos que ainda não existem. Um pouco assustador não?

Por esta e outras razões é cada vez mais urgente que novas formas de desenvolvimento pessoal sejam implementadas no cotidiano das pessoas, para que possam ser estimulados criativamente. Só assim será possível descobrir novas formas de atuação, profissão e novas formas de vida.
Neste caso, iluminamos aqui como o design é uma ferramenta bem elástica e está sendo usada não somente construir coisas e solucionar problemas, mas também como ferramenta de projeto de vida.

Burnett e Evans dividem a filosofia em cinco tópicos:

1. Seja curioso – este é um ponto de partida fantástico. O próprio Einstein dizia que ele não tinha nenhum talento real além da sua intensa curiosidade de ser apaixonado por tudo.
Estudos recentes mostram que a curiosidade abre uma janela em nosso cérebro para aprender coisas novas, então essa é uma mentalidade essencial para o seu ponto de partida.

2. Experimente coisas – a prototipagem é uma parte fundamental do pensamento de design e, portanto é necessário tentar, inventar e experimentar jeitos e ou formas baratas e fáceis de materializar nossas ideias.
A experimentação é uma parte fundamental da mudança organizacional e deve ser uma parte fundamental da concepção da sua vida também.

3. Reformule os problemas – A reformulação é como os designers saem de impasses. Além disso, garante que estão tratando do problema certo. Na verdade, estudos já mostraram que a forma como moldamos as coisas pode desempenhar um papel significativo na questão de iniciar ou procrastinar. Ao reformular nossos problemas, muitas vezes podemos olhar para situações em uma nova luz e encontrar soluções muito melhores para elas.
Você é um um conjunto de crenças e experiências vividas. E é nessas crenças que está enraizado todo o bloqueio ou sucesso. Quando se consegue detectar qual é a crença raiz, ai sim é hora de reformular.

4. Saiba que é um processo – Quando você aprende a pensar como um designer, você aprende a ter consciência do processo. O design de vida é uma jornada, liberte-se da meta final, concentre-se no processo, na jornada, que o resultado já aparece. Este é um grande paradoxo, mas é real. A beleza do processo é entender que automaticamente ele te leva a um resultado, ao imprevisto, ao eventual sendo bom ou ruim. O que nos faz ter um outro entendimento sobre o erro. O erro precisa existir, só desta forma entendemos o que é acertar. A dualidade é vital, sem cair não levantamos, sem perder não ganhamos, e isso é o processo.

5. Peça ajuda – Design e invenção são cada vez mais processos colaborativos, e projetar sua vida não é diferente. Burnett e Evans defendem uma abordagem aberta e colaborar é preciso. Tanto para criar novas idéias como para validar e trocar idéias com outros pontos de vista. Os melhores designers sabem que precisam da colaboração de uma equipe.
Um pintor pode criar uma obra de arte sozinho, mas um designer não faz um iPhone sozinho. Por tanto pense assim: Você não está sozinho e não precisa estar. O design é um processo colaborativo e muitas das melhores ideias virão da soma das suas. Por isso é importante ter mentores e estar perto de comunidades criativas de apoio para dar o suporte que você precisa para o seu projeto de vida.
Os princípios básicos do design descritos acima podem ser valiosos ​​para te ajudar a criar o tipo de vida que você deseja. Uma vida bem projetada é uma vida que faz sentido e um maravilhoso portfólio de experiências, aventuras e fracassos que te ensinaram lições valiosas. Dificuldades e descobertas que te fortalecem e que te ajudam a se conhecer melhor e a evoluir como SER humano.

Publicado originalmente em RedStudios

28 março 2018

"Prototyping in Tokio" na Japan House São Paulo - o melhor do design, tecnologia e inovação japonesa



 27 março até 13 de maio - Japan House Paulista

A partir de 27 de março, a JAPAN HOUSE São Paulo revela as avançadas tecnologias dos protótipos japoneses na exposição Prototyping in Tokyo – Shunji Yamanaka. A exibição, que ocorrerá até o dia 13 de maio no 2º andar da instituição, evidencia a importância dos protótipos como cerne de criações tecnológicas, trazendo peças que se revelam também por sua beleza única. Criações que costumam ser acessíveis apenas às comunidades fechadas serão expostas de modo a compartilhar com o grande público os sonhos e as criações dos pesquisadores, aliando tecnologia ao apurado senso de estética japonês.

A aliança entre a habilidade dos artesãos japoneses e a ciência das tecnologias dos protótipos é o grande destaque desta exposição que reúne criações do engenheiro e designer Shunji Yamanaka. Professor do Instituto de Ciência Industrial da Universidade de Tóquio, Yamanaka atua como um verdadeiro embaixador da inovação no Japão, destacando-se pela criação de inúmeras e versáteis inovações tecnológicas, de relógios a automóveis, e como a cabeça pensante por trás de grandes projetos, como uma nave para levar pessoas a alguns pequenos planetas, em desenvolvimento com a JAXA - Agência de Exploração Aeroespacial do Japão.

A exposição Prototyping in Tokyo – Shunji Yamanaka é quase toda interativa. Além de poder tocar alguns dos protótipos, os visitantes completarão a experiência descobrindo itens feitos em impressoras 3D, diferentes processos de produção, além de numerosos esboços de ideias. A exibição é dividida em três momentos, considerando protótipos de estrutura e movimento; textura e sensação tátil e de extensão corporal. No total, serão exibidos sete projetos que reforçam e aliam o senso estético e a simplicidade japoneses à inspiração na natureza e à alta tecnologia. Esses objetos criados com ferramentas desenvolvidas no Laboratório Yamanaka permitem maior realismo e, em alguns casos, evocam a bio semelhança, fazendo com que à primeira vista o expectador acredite estar à frente de seres vivos e não de peças que utilizam inovações tecnológicas. A mostra é um estimulo à reflexão sobre o futuro que está sendo criado e disseminado diretamente de Tóquio.

O público irá se deparar com protótipos que impressionam pela riqueza de detalhes, tanto na forma como na capacidade de movimentos, caso do robô Ready to Crawl (Pronto para Rastejar), feito por fabricação aditiva, onde todas as peças são produzidas ao mesmo tempo para que ele ‘nasça’ inteiramente montado, como um ser vivo – exceto pelo motor que o move - o que permite sensação táctil e de textura. Tudo em suas engrenagens internas e embalagem exterior foi criado de maneira conjunta. E assim surgiu uma variedade de robôs, cada um com diferente modo de locomoção, o que permitiu explorar várias formas de movimento.

A exposição também exibe o Rabbit Project (Projeto Coelho), que desenvolve e aperfeiçoa próteses desenhadas especificamente para corrida competitiva, buscando harmonia entre o humano e materiais artificiais. As peças expostas foram desenvolvidas para a atleta paralímpica Takakuwa Saki, que vem representando o Japão durante as Paraolimpíadas de Londres de 2012 e Brasil 2016. Outro destaque é o robô Apostroph, criado para estudar o comportamento dos organismos vivos e explorar um dos mais fundamentais: o ato de ficar em pé. Com um corpo segmentado, feito de múltiplas molduras suavemente curvadas, cada junta que conecta os segmentos contém um motor programado para resistir à força externa, por isso, esses motores giram na direção oposta à força da gravidade. Através deste mecanismo, o Apostroph realiza movimentos orgânicos similares aos que os humanos utilizam para aprender a ficar em pé, uma clara expressão da busca universal de um organismo vivo para encontrar equilíbrio.
 

‘Prototyping in Tokyo - Shunji Yamanaka’
De 27 de março a 13 de maio de 2018
JAPAN HOUSE São Paulo – Avenida Paulista, 52
Horário de funcionamento:
Terça-feira a Sábado: das 10h às 22h
Domingos e feriados: das 10h às 18h
Entrada gratuita

Confira a programação no
 facebook.com/JapanHouseSP 
JAPAN HOUSE SP