1. "Design é uma ferramenta para a educação e consciência da sociedade, permitindo assim melhores escolhas para um melhor futuro"

2. "Design deve romper paradigmas, contestar, deve ser corajoso. Um design conservador querendo manter o "status quo" atual não tem mais lugar no mundo." Designer Marcio Dupont

PALESTRA DE DESIGN UNIVERSAL DISPONÍVEL- COMO GERAR INOVAÇÃO, MERCADO COM O DESIGN UNIVERSAL PARA PRODUTOS E SERVIÇOS. ENTRE EM CONTATO.

Animated Banner

28 agosto 2014

Materioteca da Assintecal


A industria calçadista e têxtil brasileira tem agora um parceiro, a Materioteca da Assintecal, que assistirá o designer no quesito componentes, materiais, tendências, processos.
Materioteca Virtual

Essa Materioteca se divide em dois tipos:


Virtual 

A Materioteca também está em Inglês e Espanhol.

26 agosto 2014

4ª Conferência de Crowdsourcing, Co-criação e Colaboração

Venha para a 4ª Conferência de Crowdsourcing, Co-criação e Colaboração que acontece
nos dias 4 e 5 de Setembro de 2014 na FECOMERCIO, em São Paulo.
Serão 2 dias com múltiplas palestras, dinâmicas e workshops. Teremos convidados nacionais e internacionais trazendo conteúdo atualizado e relevante. Atividades que trazem perspectivas teóricas práticas, para que voce saia com as ferramentas necessárias para inovar.
O mundo está passando por uma mudança de paradigma. O futuro que desejamos construir está passando por uma atualização. A tecnologia está acelerando esse processo ao conectar o mundo em um só lugar. Empresas rápidas e dinâmicas estão ganhando aceitação perante as grandes organizações burocráticas. A colaboração se mostra uma saída, onde o cenário é de mudança, inovação, e novos valores.

#crowd economy
#crowdfunding
#economia colaborativa
#future thinking
#startups
#responsible business

VISITE O SITE CCS

22 agosto 2014

5 Simpósio de Design Sustentável


Submissão de artigos: de 20 de agosto a 12 de outubro de 2014. 
Recebimento dos pareceres dos avaliadores: até 10 de novembro de 2014.
Comunicação dos resultados: até 17 de novembro de 2014.
Envio do artigo final (com a inclusão de autoria): 30 de novembro de 201

                                                    Mais informação no SITE

19 agosto 2014

Galeria Decoreba - Design Brasileiro Top de Linha

                        

Você já conhece a proposta da Galeria Decoreba?



galeria decoreba socios fundadores
FUNDADORES DA GALERIA DECOREBA 
Uma proposta inovadora para o mercado brasileiro de Design, Galeria Decoreba é uma galeria virtual de design autoral, que aposta na relação próxima e aberta com os designers como ponto de partida para a sua presença de mercado.


Uma ponte de aproximação entre o designer brasileiro autoral e o consumidor exigente e conhecedor, que procura exclusividade e inovação e está cansado do "lugar comum" no panorama do design brasileiro.
Galeria não é apenas responsável pela exposição e comercialização, a grande diferença para outros portais comerciais de design, e que a Galeria faz:
  1. Criteriosa curadoria dos profissionais e dos móveis e objetos
  2. Auxilia os designers no detalhamento das peças e na escolha de cores, acabamentos e materiais. 
  3. Uma vez firmada a parceria de exclusividade com os designers, que recebem royalties a cada unidade vendida, a empresa entra em contato com fábricas parceiras para execução de um primeiro modelo das peças
  4. Após eventuais correções e aprovação, os móveis estão prontos para produção seriada e comercialização
  5. A empresa prepara o material de divulgação com fotos e vídeos, reforça a história e concepção por trás de cada peça, realiza as vendas através de sua loja virtual, e administra a logística para levas as peças fábrica ao consumidor final
A Galeria apoia o designer em todo ciclo de design, algo inédito no Brasil.

Conheça e apoie o GALERIA DECOREBA, compartilhando e participando dessa grande novidade no mercado brasileiro de design.


(Fotos e parte do texto extraído de- Acontecendo Aqui)

14 agosto 2014

Túnel do tempo do design gráfico no Brasil



Será aberta no dia 20 de agosto, e poderá ser vista a partir do dia 21, no Sesc Pompeia, em São Paulo, a exposição "Túnel do tempo do design gráfico no Brasil". 

Fazendo um panorama da trajetória dessa atividade no país nos séculos 19 e 20, a mostra reúne 140 peças originais, entre livros, revistas e discos, bem como fac-símiles de cartazes. 

Com curadoria de Chico Homem de Mello, assistido por Elaine Ramos, a mostra é um recorte do livro Linha do tempo do design gráfico no Brasil (ver "sinal" 433), de autoria da dupla. 

"Túnel do tempo" poderá ser visitada até o dia 26 de outubro
de terça-feira a sábado, das 10h00 às 19h00, 
e aos domingos e feriados, das 10h00 às 19h00. 

O Sesc Pompeia fica na Rua Clélia, 93 (Vila Pompeia), São Paulo. 

Mais informações no site: www.sescsp.org.br.

07 agosto 2014

1 Congresso Latinoamericano de Ecodiseño

EcodAl 2014

Despertando el Ecodiseño por toda Latinoamérica
En Octubre de 2014 nos reuniremos en Santiago de Chile durante tres días para conocer y aprender sobre las experiencias realizadas y lo que se está investigando en Ecodiseño en toda Latino América, difundir los beneficios y oportunidades que brinda esta metodología de diseño de productos y servicios, su efectividad en la reducción de costos e impacto ambiental, y consolidar una Red Latino Americana de Ecodiseño.
                                                      MÁS EN ECODAL

05 agosto 2014

Eventos de Design em Agosto


            DESIGN WEEKEND - 14 à 17 Agosto

Craft Design
CRAFT DESIGN - 14 À 17 Agosto

53907f4b065d1e140db80b43_logo%20boom%20header.jpg
BOOM SP DESIGN
Paralela Gift
Paralela Gift
E TAMBÉM

Universidades mobilizadas para celebrar o design

Senac SP, IED, Escola Panamericana de Arte e Design e Belas Artes promovem uma série de ações que incluem palestras, intervenções e feira do livro durante o Design Weekend, que acontece de 14 a 17 de agosto de 2014.

Senac: ações em várias unidades

O Senac São Paulo desenvolveu uma intensa programação durante o DW!, entre palestras, oficinas com alunos, workshops e exposições. 


Na unidade Santo Amaro, acontece a Oficina de Desenvolvimento do Design Transverso, somente para alunos e convidados. 

Dessa oficina será gerada a exposição Design Transverso: Crossover, que acontecerá na pça. Victor Civita, em Pinheiros, nos dias 16 e 17 de agosto, das 13h às 15h.


A palestra Quebrando Tabus: O Preto na Decoração de Ambientes – Sua História, Simbologia e Mitos será apresentada na sede Santa Cecília, no dia 14 de agosto, das 19h30 às 21h. 

A exposição Tipografia e Experimentações acontece na unidade Lapa, durante todo o festival, e o workshop com o tema será realizado no dia 16 de agosto, das 13h às 15h. 

Também na Lapa, o destaque é a palestra Encontrando Nichos no Design de Tipos, no dia 15, das 19h30 às 21h. 

Por fim, na unidade Vila Buarque, acontecerá a palestra Objeto Extra Ordinário, no dia 16 de agosto, 10h às 12h, com inscrição pelo site: www.sp.senac.br/designessencial.

Senac Unidades: Santo Amaro, Santa Cecília, Lapa, Vila Buarque e Praça Victor Civita, tel. 3472-2000. 

Entrada gratuita mediante inscrição no
site:www.sp.senac.br/designweekend e www.sp.senac.br


Istituto Europeo Di Design: feira do livro e passeio a pé

O IED promove o Design em Livro – Festival do Livro de Design e do Design do Livro: feira com descontos a partir de 40% e que reúne mais de 20 editoras nacionais e estrangeiras. 

Haverá passeios guiados pelos bairros de São Paulo, partindo da sede da faculdade, para conhecer marcos da arquitetura e do design, em parceria com o movimento SampaPé. 

No final de semana, ocorrem oficinas para crianças.

IED São Paulo – Istituto Europeo Di Design r. Maranhão, 617, Higienópolis. 

14 e 15 de agosto, das 10h às 21h. 
16 e 17 de agosto, das 10h às 18h. 

Entrada gratuita. 

VEJA MAIS EM: www.saopaulo.ied.edu.br

Panamericana reserva exposições

Marcelo Lopes expõe O Design Gráfico no Mercado de Luxo, com foco nos projetos que contam a trajetória de sua agência: a Merchan-Design, criada para elaborar peças que promovam interação no cotidiano. 
Em destaque, o lúdico e o sensorial: conceitos que orientam seus trabalhos de design. 

A mostra exibe também projetos de branding e ambientação comercial, incluindo algumas peças de mobiliário. 

Além disso, em parceria com o Hotel Toriba, a escola promove exposição com trabalhos de alunos do curso de Design de Interiores.

Panamericana Escola de Arte e Design av. Angélica, 1900, tel. 3661-8511. 

14 de agosto, das 19h às 22h30. 
15 de agosto, das 9h às 21h. 
16 de agosto, das 9h às 13h. 

Entrada gratuita. 



Belas Artes: atrações nacionais e internacionais

Ciclo efervescente de palestras e exposições com os temas design, estampas, cores e moda são o que reserva a Belas Artes. 

E a programação já começa no dia 13 de agosto, com a palestra de Michel Pennemam, designer de interiores belga, responsável pelo projeto do Pantone Hotel (das 10h30 às 12h e das 19h às 20h30), 

seguida da palestra de Francesca Alzati, da By Kamy, sobre Cor em Design de Superfícies e Estamparia (das 20h30 às 22h).
No dia 14, os destaques são a palestra de Bianca Liane, representante da Pantone Brasil, que falará sobre Workflow Perfeito de Cores – Como Materializar uma Cor Pantone (das 19h às 20h30). 

Em sequência, vem a Palestra do designer Pedro Paulo Franco, da A Lot Of Brasil sobre Design Empreendedor (das 20h30 às 22h).

No dia 15 de agosto é a vez de Hugo Sigaud falar sobre Design: Os Primeiros Passos para o Mercado (das 9h às 10h30), 

seguido de Elisabeth Wey, do Comitê Brasileiro de Cores, que comanda a palestra e o lançamento do livro Cores do Brasil (das 10h30 às 12h).

Todas as palestras acontecem na unidade da r. José Antônio Coelho, 879, Núcleo de Design
Nessa sede será realizada as exposições:

10 Anos de História da Indumentária, no MuBA (de 7 a 30 de agosto, das 10h às 20h; aos sábados, das 10h às 16h) 

30 Anos de Design no Brasil. 

Na unidade da r. Dr. Álvaro Alvim, 76, estará em cartaz a exposição Pensamento Circular, com curadoria dos jornalistas Regina Galvão e Roberto Abolafio Junior (de 7 a 30 de agosto, das 10h às 20h; aos sábados, das 10h às 16h).

Para arrematar as ações da instituição, a parceria entre a Belas Artes e a Ornare, com a mostra Ornare e Belas Artes Designers do Futuro, que acontece na sede da empresa, na al. Gabriel Monteiro da Silva, 1101.

Belas Artes r. Dr. Álvaro Alvim, 76, Vila Mariana, tel. 5549-7300. 
De 13 a 16 de agosto, das 10h às 22h. Entrada gratuita.

VEJA MAIS EM : www.belasartes.br

04 agosto 2014

Aloisio Magalhães no Itau Cultural

O design dificilmente é visto como uma prática associada a todos os campos da atividade humana. Aloisio Magalhães em suas realizações defendeu ativamente a necessidade vital do design a serviço da comunidade. Além de seu pioneirismo nesse campo, dirigiu seu pensamento e suas ações ao desenvolvimento do Brasil, assim como – por meio de sua visão política – propôs uma nova maneira de mapear e entender a cultura do país. Tendo em vista sua atuação marcante, fazendo conviver a autoridade e o artista, Aloisio Magalhães é o homenageado da 19ª edição do programa Ocupação, que acontece entre 26 de julho e 24 de agosto, no Itaú Cultural.
A exposição, que conta com a curadoria de João de Souza Leite, se desenvolve em três tempos que contemplam os diversos momentos pelos quais passou Aloisio Magalhães, o trabalho como artista plástico, como designer e como formulador de políticas públicas na área da cultura. Nascido no Recife, aos 18 anos – na Faculdade de Direito – era apontado como uma das melhores promessas da nova geração de artistas plásticos de Pernambuco. Ainda na universidade, produziu cenários e figurinos para as peças do Teatro do Estudante de Pernambuco (TEP), como Otelo (1951), de Shakespeare, e Bodas de Sangue (1955), de García Lorca.
O artista plástico. Lápis e nanquim também faziam parte do universo do artista. Desde 1949, Aloisio mantinha um ateliê, onde como pintor produzia obras abstratas animadas com motivos de sua terra, Pernambuco. “O colorido e a vibração da paisagem de sua terra era o que mais o interessava”, conta o curador. A Ocupação traz algumas produções da década de 1950, assim como revela fotos e informações das inúmeras exposições realizadas no Brasil e no exterior.
No mesmo local de seu ateliê, funcionava O Gráfico Amador, oficina criada por um grupo de intelectuais nordestinos interessados na arte do livro. O espaço era voltado ao desenho, à edição e à produção de pequenas tiragens de publicações, como Ode, de Ariano Suassuna. Em Aniki Bobo, os desenhos foram feitos antes do texto e por isso se diz que João Cabral de Melo Neto o ilustrou com seu poema. Ambas as edições fazem parte das obras presentes na mostra.
Foi em uma viagem à Filadélfia, em 1957, que Aloisio conheceu Eugene Feldman, artista gráfico experimental, e pôde se aprofundar um pouco mais nas técnicas de reprodução das grandes tiragens. Percebeu, então, a possibilidade de ampliação de sua criação a partir do design. Já de volta ao Brasil em 1960 fundou, com Artur Lício Pontual e Luiz Fernando Noronha, no Rio de Janeiro, o Magalhães + Noronha + Pontual (MNP), escritório destinado a trabalhar com arquitetura, construção civil e programação visual.
O designer. No espaço do MNP foram desenvolvidos os primeiros trabalhos de projeção do escritório na área da comunicação visual: os símbolos do 4ª Centenário do Rio de Janeiro, da Fundação Bienal de São Paulo e do Banco Moreira Salles, entre tantos outros. Em 1966, aconteceram concursos para a criação do símbolo da Light e para o desenho de novas cédulas do papel-moeda brasileiro. Ao conquistar o primeiro lugar na disputa, Aloisio consolidou sua posição no cenário da produção de design no campo da comunicação visual.
Com uma área dedicada especialmente ao design, a exposição apresenta uma diversidade de símbolos e sinais, desenhos a lápis e layouts. Entre eles estudos para a cédula de 500 cruzeiros e cartazes para o governo de Pernambuco. “Entre 1960 e 1975, [Aloisio] desenhou cerca de 70 sinais de grande visibilidade, e neles é possível notar a presença de certa característica de desenho que não reproduz de maneira muita exata o repertório do design modernista, em grande parte pautado pela geometria regular. Suas curvas são quase sempre compostas de segmentos de arcos, seus sinais juntam entrelaçados de letras e buscam, muitas vezes, uma re­presentação figurativa. Seu registro é outro”, explica João de Souza Leite.
O político cultural. Na década de 1970, Aloisio Magalhães iniciou uma nova etapa em sua vida, seu envolvimento definitivo e formal no campo da cultura. Em 1975, criou o Centro Nacional de Referência Cultural (CNRC), que visava mapear, documentar e entender a diversidade da cultura brasileira. A investigação de formas originais de criação e produção na sociedade levou pesquisadores a se debruçar, por exemplo, sobre o artesanato popular.
Cecília Londres, socióloga e conselheira do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, no texto O Centro Nacional de Referência Cultural: a Contemporaneidade do Pensamento de Aloisio destaca: “Atuar nesse processo de apropriação da cultura, tanto no sentido de produzir conhecimento quanto no que veio a ser denominado de ‘devolução’, ou seja, de devolver às comunidades, elaborado e enriquecido, o seu patrimônio cultural, definia o CNRC não como uma instituição de pesquisa, como a princípio poderia parecer, mas como um espaço de experimentação”.
Dando continuidade a suas iniciativas, em 1979, Aloisio Magalhães assumiu a direção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do Ministério da Educação e Cultura (MEC). Buscando retratar essa trajetória do político cultural, a Ocupação revela alguns documentos e fotos que mostram sua atuação em diversas regiões do país. Segundo João de Souza Leite, a ideia central da mostra é “não somente proporcionar o entendimento desse brasileiro, como também fomentar o debate das importantes questões sobre as quais ele se debruçou”.
Rodas de Conversa
O conteúdo da Ocupação Aloisio Magalhães serve de base para dois bate-papos – um deles ligado aos chamados “cartemas”, termo que o filólogo Antonio Houaiss cunhou para se referir a uma série de imagens geométricas que o designer fez por meio da colagem de cartões-postais. As conversas são conduzidas em português e em Libras (Língua Brasileira de Sinais).
Acesse a aba programação para conferir as datas e horários dos bate-papos.
Ocupação Aloisio Magalhães
sábado 26 de julho a domingo 24 de agosto de 2014
terça a sexta das 9h às 20h (permanência até as 20h30);
sábado, domingo e feriado das 11h às 20h
Piso Térreo
Entrada franca
[livre para todos os públicos] L

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...